Frutas silvestres amazônicas



A região amazônica guarda uma riqueza de variedade de frutas que encanta o visitante e garante o vigor de quem lá vive, com uma vantagem sobre qualquer região do planeta que queira a ela se comparar.

O sabor ! Em qualquer outra região, por exemplo, o caju é uma fruta ácida e na amazônia ele é dulcíssimo!
A carambola e o mamão que em algumas regiões pedem o acréscimo do açúcar, na amazõnia são das mais doces.
E o mais interessante é que estas frutas são nativas. Encontram-se nas margens dos rios pés de frutas carregados de frutas maduras, mas em locais de acesso tão impossível ao homem que certamente as aves e os animais devem ser muito gratos a este mimo da natureza!

Dentre essas frutas, podemos listar mais de 60 tipos diferentes, coisa inacreditável por exemplo para países frios que têm duas três frutas na produção do seu solo o ano todo.

Podemos destacar entre as frutas amazônicas, o TAPEREBÁ, também chamado de cajá que é uma frutinha de proporção pequena, medindo de 4 a 6 cm de comprimento por 3 a 4 cm de diâmetro, tem o formato cilíndrico, é de cor verde no início do crescimento e, amadurecida, fica alaranjada. Sua casca é uma película delicada como a cereja, tem caroço que acompanha seu formato e uma polpa bem suculenta o que favorece sua utilização sobretudo para sucos que assemelham ao da laranja na coloração e aspecto, porém o sabor é um pouco mais acentuado para o silvestre

Como é bastante perecível, deve ser consumida assim que colhida, ou congelada a sua polpa. Rica em Vitamina C, Cálcio, Fósforo, Ferro, Niacina, Vit B2, Proteina e fibra alimentar. O seu suco é na região orientado a ser servido às crianças.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Por: Arteblog - FranciscoEm: abril 24, 2010 | Em Agricultura  | Tags: ,